La vida

es una burla continua

a nuestra ingenuidad.

B.I.


A MORTE QUER, NOSSOS F.I.L.H.O.S, DESDE O CANTO.POEMAS EM PORTUGUÊS DE BEATRIZ IRIART




A MORTE QUER

A morte quer

que me pinte de amarelo

para opacar o sol

e dancar nas penumbras

até que a lua

deixe brancos meus osos




© Beatriz Iriart






NOSSOS F.I.L.H.O.S.

Tao pequeños e tao grandes
com sua inocencia roubada
pelas aves de rapina
derao seu discurso de luzes e sombras
e nas deixarao sua calda de aCucar latente
a nois
os desmemoriados de sempre.




© Beatriz Iriart

F.I.L.H.O.S:  grupo de filhos e filhas de detidos-desaparecidos na
Argentina durante a ditadura militar.(1976-1983)





DESDE O CANTO

De crianca teve um vergel

de canela e cinamomo.

Hoje a morte ronda

no meu jardim de crianCa

pra que ignore os aromas calidos

e só sinta o óxido

do sangue ainda quente

dos vervgeis orfaos.




© Beatriz Iriart







Obra de Luisa Richter